ENSAIOS PRÉ-SELECIONADOS PEF/2016

Ana Sabiá, Um Dia Será o Mundo, Casulo I

press to zoom

Ana Sabiá, Um Dia Será o Mundo, Flora e Fauna II

press to zoom

Ana Sabiá, Um Dia Seá o Mundo, Chuva

press to zoom

Ana Sabiá, Um Dia Será o Mundo, Fauna e Flora I

press to zoom

Ana Sabiá, Um Dia Será o Mundo, Frágil

press to zoom

Ana Sabiá, Um Dia Será o Mundo, Liquído Amniótico III

press to zoom

Ana Sabiá, Um Dia Será o Mundo, Semi.

press to zoom

Ana Sabiá, Um Dia Será o Mundo, Mamazeiro

press to zoom

Ana Sabiá, Um Dia Será o Mundo, Veladura III

press to zoom

Ana Sabiá, Um Dia Será o Mundo, Veladura I

press to zoom

ANA SABIÁ

"Um dia será o mundo com sua impersonalidade soberba versus a minha extrema individualidade de pessoa mas seremos um só"

O hibridismo entre corpo e natureza é a proposta dessa série, que busca entretecer as diversidades de significações daí advindas através de autorretratos e sobreposições imagéticas. A vegetação multiforme, seus ciclos de germinação, morte, renascimento - e todo o processo sexual daí constitutivo - trespassa o corpo, o espelha e o fertiliza. E vice-versa. O diálogo corpo-natureza e auto representação, parte do desafio de resignificar valores culturais, problematizar a fixidez identitária, infiltrar-se politicamente nos discursos de gênero e nas multiplicidades de um eu que, assim como a natureza, está em constante devir. A proposição é de gestar e parir tais corpos multissexuais, hermafroditas, andróginos, indistintos - quanto à sua forma física e biológica - e vivos, que buscam compreender suas necessidades, autonomias e prazeres.