ENSAIOS PRÉ-SELECIONADOS PEF/2016

José Roberto Bassul Paisagem Modernista Sem Titulo 1

press to zoom

José Roberto Bassul, Paisagem Modernista Sem Titulo 2

press to zoom

José Roberto Bassul Paisagem Modernista Sem Titulo 3

press to zoom

José Roberto Bassul, Paisagem Modernista, Sem Titulo 4

press to zoom

José Roberto Bassul, Paisagem Modernista, Sem Titulo 5

press to zoom

José Roberto Bassul, Paisagem Modernista, Sem Titulo 6

press to zoom

José Roberto Bassul, Paisagem Modernista, Sem Titulo 7

press to zoom

José Roberto Bassul, Paisagem Modernista, Sem Titulo 8

press to zoom

José Roberto Bassul, Paisagem Modernista, Sem Titulo 9

press to zoom

José Roberto Bassul Paisagem Modernista, Sem Titulo10

press to zoom

JOSÉ ROBERTO BASSUL

Inaugurada em 1960, Brasília chamou a atenção do mundo para a ousadia de seu urbanismo e a criatividade de sua arquitetura. Construída no ermo, a cidade gradualmente adquiriu uma face humana. No entanto, passadas quase seis décadas de sua inauguração, ainda perdura entre muitos a ideia de que o urbanismo modernista dificulta a convivência. Brasília, a despeito da beleza arquitetônica, constituiria um lugar quase inóspito. “Paisagem modernista” alude a esse esteriótipo. Procedente ou não, esse pensamento arraigado inspira as fotografias desta série. Diminutas diante da amplitude dos espaços abertos ou da monumentalidade dos edifícios, as pessoas contemplam a vastidão, percorrem túneis elevados, circulam na aridez do asfalto e se ausentam de vias que parecem levar a lugar nenhum.