ENSAIOS PRÉ-SELECIONADOS PEF/2016

Luiz Baltar. Turma Utopia. Sem título (1)

press to zoom

Luiz Baltar. Turma Utopia. Sem título (2)

press to zoom

Luiz Baltar. Turma Utopia. Sem título (3)

press to zoom

Luiz Baltar. Turma Utopia. Sem título (4)

press to zoom

Luiz Baltar. Turma Utopia. Sem título (5)

press to zoom

Luiz Baltar. Turma Utopia. Sem título (6)

press to zoom

Luiz Baltar. Turma Utopia. Sem título (7)

press to zoom

Luiz Baltar. Turma Utopia. Sem título (8)

press to zoom

Luiz Baltar. Turma Utopia. Sem título (9)

press to zoom

Luiz Baltar. Turma Utopia. Sem título (10)

press to zoom

LUIZ BALTAR

UTOPIA SUBURBANA / / ENSAIO/SÉRIE / Saídas das turmas de Bate-Bolas carioca As saídas das turmas de bate-bola é o mais importante e esperado evento do carnaval de rua do subúrbio carioca. Um verdadeiro movimento cultural que mobiliza a juventude dos bairros de Madureira, Marechal Hermes, Rocha Miranda e conjunto de Favelas do Muquiço. São mais de 200 turmas concentradas nesses principais bairros. Utopia é o nome da mais nova turma e saiu pela primeira vez, em 2016. Esse ensaio faz parte de uma documentação que vem sendo realizada desde o carnaval de 2012, com a intenção de registrar as atividades dos foliões, preservação da memória para os grupos e principalmente criar outras narrativas que quebrem os estigmas construídos pela mídia impressa do Rio, onde os bate-bolas são identificados como violentos e só são noticiadas as brigas e mortes que acontecem no carnaval. Na verdade, as turmas são hoje a mais vigorosa expressão popular do carnaval de rua., envolvem dezenas de jovens (mulheres, crianças e famílias inteiras) que se organizam para, coletivamente, criar e confeccionar fantasias criativas e luxuosas. As imagens desse ensaio foram feitas buscando retratar o aspecto fantástico e lúdico da saída das turmas. São fotografias expandidas, fragmentadas e montadas para criar uma narrativa que reforce esse clima de euforia que toma conta das comunidades. As fotos foram editadas em formatos diversos, inclusive panorâmico, buscando na diversidade visual destacar o caos criativo dessa manifestação. As ampliações podem chegar até 1,5 metros de largura, no caso das panorâmicas. Uma das montagens possíveis, seria na forma de grandes painéis polípticos formando composições narrativas pulsantes.